A Revolução em Película: O cinema e a Guerra-Civil Espanhola

1484240_730422663637626_1853445607_n

A Revolução em Película: Uma reflexão sobre a relação Cinema-História e a Guerra Civil Espanhola, é a dissertação de Mestrado de Rafael Hansen Quinsani (UFRGS). Nessa obra, o historiador apresenta uma reflexão sobre a relação Cinema-História problematizando suas possibilidades de interação e destaca a perspectiva do trabalho do historiador e do seu fazer historiográfico.

1962804_757041580975734_268643966_n

Parte-se da premissa de que o historiador não pode fechar os olhos para o cinema, seus desafios e os diferentes usos e abusos realizados com a história. Renunciar ao debate e à reflexão implica na perda da função social e política que o fazer historiográfico carrega e dele somos indissociável. O livro propõe a elaboração de um método de análise Histórico-cinematográfico, tomando como base o estudo de três filmes que abordam o contexto da Guerra Civil Espanhola: ¡Ay, Carmela! (Carlos Saura, 1990), Terra e Liberdade (Ken Loach, 1995), e Libertárias (Vicente Aranda, 1996). Estas películas direcionaram suas luzes para o passado e a História fomentando um amplo debate no período contemporâneo. Historiadores, professores, cinéfilos e curiosos: a revolução em película só está começando!

Onde encontrar:

Anúncios

Esse espaço é seu: Manda ver!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s